quinta-feira, maio 8

Do tempo que a vó andava de calcinha

Eu: Pode digitar a senha?

Cara da lanchonete: Não, não...

Eu: !?

Cara da lanchonete: Esse é do tempo que minha vó andava de calcinha.

Eu: Ah, é? Num digita...

Cara da lanchonete: ...é do tempo que minha vó andava de calcinha... até cartão com o chip cê tem que passar assim (gesticulando)...

Eu: Tem que assinar então?

Cara da lanchonete: Tô te falando, é do tempo que minha vó andava de calcinha.

Eu: Cara, e sua vó anda de que hoje?

Cara da lanchonete: Hoje nem anda mais, ela morreu... brigado, boa noite procê.

Nenhum comentário: